17 de agosto de 2009

Citações Históricas e grandes dicas


Receita
Macarronada Instantânea Greco Romana

Ingredientes

896g de chã de dentro (ou de fora)
544g de charque moída misturada na salsinha, cebolinha e no coentrinho
430g de macarrão instantâneo
600 ml de vinho tinto de qualidade razoável (sugestão: Sauvignon Montesserác Cotêneuve)
12 abóboras grandes fatiadas em rodelas de fácil cozimento
23 cebolas pequenas e chorosas
8 dentes de alho bem escovados (não exagerar no flúor)
Páprica, manjericão, pimenta (qualquer que não seja do reino), sal grosso, cheiro maduro, a gosto (aproveite o mês de agosto também)
200 ml de suco de cupuaçu ou jaca
5 colheres de sopa de manteiga de cacau (se preferir use apenas 4 colheres e meia Kendall de azeite de virgindade não especificada)
3 latas de creme de leite de soja light

Modo de Preparo

Cozinhe as carnes e a massa conforme as instruções da embalagem (caso os ingredientes não venham embalados, use sua intuição ou uma venda nos olhos) e peça a alguém para preparar o molho, cortar o que tem que cortar, enfim...
Tempere tudo que tiver que temperar e cozinhe levemente até os dentes de alho atingirem o ponto aldente.
Beba o vinho enquanto tudo cozinha em fogo alto. Petisque um pouco.
Coloque o restante e mexa pouco (por 15 segundos)
Salpique os condimentos (com exceção da Páprica que deve ser jogada na panela com rapidez e afinco).
Desligue o fogo antes de terminar o vinho e sirva ainda quente para queimar a boca, esôfago, estômago duodeno, apêndice (quem ainda tiver...).

Informações adicionais e necessárias

Não invente nada e nem queira sofisticar sua receita. Pessoas que tentaram fugir dessas sugestões tiveram dores de barriga, febre, dor aguda nos dois intestinos, pulmões, cérebro e baço. Ao persistirem os sintomas um médico, que não seja do SUS, deverá ser consultado, principalmente se também tiver comido.

5 comentários:

Gregor disse...

Fui buscar no google uma receita para um jantar aqui em casa e cai nesse site maluco. Acabei gostando embora essa receita não deva funcionar. Criativo...

Anônimo disse...

funciona sim, deixa de preguiça!

Ana Paula disse...

Fiz a maior mer.. aqui em casa.

Nelson disse...

Desobedeci a receita um pouco e misturei óleo amendoado toscana e gergelim amanteigado em calda. Acrescentei páprica agridoce da Malásia e surrupiei 20kg de dente de mentol toscano. Após a fervura, joguei com rapidez sementes de girasol mongol, dei quatro saltinhos leves com cara de ternura, e deixei ferver em fogo brando. Não deu outra. Com o preparado, misturei espinha de bacalhau com germen de trigo e açucar mascavo natural, no intuito de gerar álcool isopropílico com a queimação da glicose saturada. Mexi em frenesi, dancei a dança da botinha e arregalei os olhos à espera da fermentação. Após, flambei na cachaça peruana, salpiquei noz hortifrutigranjeira e servi com batatas douradas untadas em noz. Ficou muito bom. Recomendo.

Valdo o o valdinho disse...

Peguei o toque do Nelson, mas acabei adquirindo diarréia crônica. Encharquei carne de segunda ao forno leve, joguei picles da região dos Balcãs, após, retirei a amendoa, puruelei um pouco no povilho seco indoneso e retirei a camada minguada que fica na superfície. Deixei esfriar e acrescentei a cada dez segundos, frívolos sulcos de tacacá genuíno, oportunidade em que utilizei cânhamo em pote do sul, e rodadelas de pepino encrevado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...