11 de fevereiro de 2010

Neander message numa botella de plastique

Desculpe-me pela ausência nos últimos... "Sei lá" quantos dias, mas é que estava propositalmente off-line e "nem aí" para o blog, viajando de férias por Andorra, Barbados, Chipre, Estônia, Gabão, Kuwait, Líbia, Lituânia, Maldivas e Bemdivas. Perdi o único vôo para San Marino pensando que poderia ir de trem. Vacilei! O bom foi que aprendi muito sobre CAXUMBA, em uma revista de palavras cruzadas.

"Papeira, parotidite, caxumba. Essa é uma infecção viral das glândulas salivares, sublinguais ou submandibulares, causando principalmente inchaço na regiaõ próxima aos ouvidos. Sua transmissão é através de saliva ou espirro do indivíduo infectado. já os sintomas podem ser dor de cabeça, dores musculares, fraqueza, febre, calafrios e dor ao mastigar ou engolir. Os homens podem ser atingidos pela orquite, isto é, inflamação do testículo, enquanto as mulheres podem ser afetadas pela ooforite, inflamação dos ovários. Apesar de ter os sintomas aliviados pelo uso de analgésicos e repouso, a caxumba não tem tratamento. É o próprio organismo que se encarrega de combatê-la. No entanto, a prevenção pode ser feita pela vacina Tríplice Viral, administrada ainda em idade infantil."

Mas isso nada tem a ver com o que realmente quis comentar por aqui, alias, queria aproveitar e mandar um abraço aos amigos de Alta Floresta, Ananindeua, Barra do Garças, Botucatu, Botucaele (cidade vizinha), Cáceres, Cachoeiro de Itapemirim, Campos dos Goytacazes, Cariacica, Colatina, Divinópolis, Guarapuava, Itaituba, Jaraguá do Sul e do Sudoeste (fronteira), Ji-Paraná, Oiapoque, Chuí, Paranaguá, Ponta Porã, Presidente Imprudente (Brasília), Rondonópolis, Santana do Livramento, São José dos Pinhais, São Leopoldo, Serra Talhada, Serra Pelada e Serra (apenas), Sinop, Teófilo Otoni, Tubarão e Umuarama.

Então era isso... Vou ficando por aqui para não exagerar no tamanho da postagem...

Ah, já ia esquecendo! Fui assaltado em um desses lugares, que já nem lembro mais por conta do amplo consumo etílico, e pedi ao senhor ladrão para que me enviasse pelo menos algumas fotos da minha máquina por bluetooth, infra-red, fumaça, facebook, orkut, twitter, o qualquer porcaria dessas. O safado foi gente boa e mandou por e-mail mesmo, embora não reconheça nenhuma. Será que o desgraçado errou de máquina?




3 comentários:

Ataíde Bastos de Sousa disse...

Conheço essas fotos...

Danilo disse...

Estão circulando na net, é conversa esse negócio de roubo de câmera.

Rodrigo Gomes - Lisboa disse...

Aconteceu comigo numa viagem para a Rússia. Só que levei um golpe do malandro e não ouve conversa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...