Pular para o conteúdo principal

Conversas recreativas e inquebrantáveis - Messias

Sabe quando a você acorda no meio da noite com uma vontade de assaltar a geladeira? O Messias não sabe, pois é dono de um sono pesado e reparador. Como assíduo frequentador do Clube de Desporto Amaral Veiga Albuquerque (o qual já teve o privilégio de presidir em mais de uma ocasião, duas desastrosas e uma não) sempre praticou esportes de alto impacto sob visível demonstração de entusiasmo. Mal compreendido, assombroso, egocêntrico, nasal, estapafúrdio, campeão inter-bairros de chá-chá-chá, Messias vai compartilhar aqui um pouco do que sua modéstia memória permitir.

Primeiramente, quero parabenizá-lo pela obra magnífica que o senhor doou para a prefeitura. Uma atitude para fazer qualquer marmanjo umedecer os olhos.
Eu não doei nada para a prefeitura. E o que umedece os olhos é colírio, só isso. Um abraço para a minha oculista.

OK, mas o senhor afinal participou ou não da solenidade na última sexta-feira?
Veja bem, desde a infância eu me recordo de um passeio, na estrada, com meus avós. É nítido. Um rapaz se aproximou da gente e começou a contar que a família era toda doente, passava fome no interior e que ele precisava comprar medicamentos, etc. O cara estava até bem vestido, sabe? Mas, meu avô, se achando Deus, dispensou-o bravamente sem nada lhe dar, além de um safanão.

Defina "se achando Deus". Desculpe-me pela ignorância, mas é bem interessante refletir sobre isso.
Autoritário, bonzão... A gente é uma espécie de "Lego" dele. Entendeu?

"Lego dele"? Messias, o senhor está afirmando que Deus existe e passa o tempo montando Lego?
Eu existo, assim como meus pais, embora velhinhos. Meus avós já existiram... O Lego serve de analogia. Poderia usar outro exemplo qualquer. Sei lá... Você assistia o Ultraseven? 

Preferia o Spectreman. Mas voltando o assunto e seguindo a sua linha familiar de raciocínio, se Deus existe, logo os pais dele são?
Ateus.

Ateus?
Sim, ateus.

Faz sentido. E os avós?
Aí você já está de brincadeira comigo!

Estou sim (risos). Por que só o senhor pode brincar aqui? Por que o preconceito com velhinhos?

(Nesse momento Messias levantou, interrompendo a entrevista, caminhou até a porta de saída do estúdio, onde tocou a campainha solicitando a abertura. Após a identificação, a porta abriu e ele sumiu, deixando seu casaco e uma garrafa térmica).

Comentários

sempre quis compartilhar com o papricantis um texto de minha autoria, apesar dos pesares e de uma tendinite crônica quue contraí numa visita a São José das Letras em 1984. Aí está o modesto texto:

A apliacação de termos do dialeto ameríndio na sociedade atual, mas sem levar em consideração a importância desses dermos para as sociedades apaches latino americanas ainda não descobertas pela antropologia ou pelo google:

Um dos questionamentos menos importantes na sociedade atual é o sentido preciso e a importância sintática do termo indígena “curumim”. Premissa quiçá sabida pela população tupiniquim, remanescente nos mieos sociais dos dias de hoje, é que “curumin” assim como “uturú-quimoraê” e “quim-quim-tum-tum” não possuem nenhuma relação com a palavra “kankuna”, que naverdade tem origem andina e trás pro contexto da discussão não mais que a possibilidade de generalizar a cultura indígena-apache-kétchua como sendo essencialmente ameríndia e não apenas latino americana. A aplicação dos termos indígenas-apache-kétchua, ou ameríndios, aparecem com sentido reverso ao proposto pelos pajés e lideres tribais dos séculos anteriores ao XV na amazônia, até então não brasileira, e nos desertos andinos e texanos, que até então não eram texanos ou andinos. Para melhor compreender o assunto colocamos aqui algum exemplo da contextualização dos termos ameríndios já citados:

Curumim das dores do parto com panos quentes, atentando para poucos movimentos pélvicos. Urutú-quemoraê trás os panos, os esquenta e aplica em minha pélves. Após isso sempre rola um quim-quim-tum-tum, mas sempre atentantado para que não haja muitos movimentos pélvicos, se não, no final, é melhor que hajam mais panos quentes.”

Postagens mais visitadas na semana passada

Glossomoment Papricantis - O Cego que via fantasmas

Semana passada, em uma livraria local, enquanto folheava uma revista (de fora) sobre acasalamento de raças extintas vi um anuncio do Terry Polishman. Mas o que tem a ver um anuncio desse numa revista dessa? Que diabos seria Terry Polishman? Como um deficiente visual enxergaria criaturas sobrenaturais?
Ao meu lado não pude escapar do seguinte diálogo entre dois rapazolas que folheavam freneticamente revistas tendenciosas:
- Falei com o Estevam ontem... - E como ele tá? - Ta bem, tirou o gesso... Está terminando o mestrado, doutorado, alguma coisa dessas...  - Legal, sobre o que? - Olha, eu nem sei direito. Me parece que é sobre a real proteção, polivalência e equidistância das conchas calcárias univalve, bivalve, trivalve, nos animais invertebrados de corpo mole, frente às novas técnicas bio-regenerativas, algo assim... - Sim, mas o que isso quer dizer? - Cara, sinceramente eu não sei. Ele me explicou, mas não entendi muito bem. Tipo um estudo sobre um protozoário causador de desarranjos intes…

Glossomoment Papricantis - Pensamento Nonsense Quadrimensional

- Por que eu comecei a ler isso... O cara tá fazendo a apologia de si mesmo no Facebook! Ele é bom, virtuoso, nobre, esforçado, chegou à presidência de várias instituições....  - Militas como eu milito  - Cheio de ideias, pulam ideias...  - Ideias fervilhando.  - Meio jovem, meio homem, meio menino.  - Militus chilique chilitus.  - A fé.  - Pulsando descompassada.  - O caminho.  - Advogada, “líder” de um grupo de colegas... Como se fazer gente, se fazer brilhar? Como seguir sua estrela?  - Não ter medo de ajudar...  - Saber ouvir...  - Saber amar...  - Amar ouvir...  - Ouvir, abrir oportunidades e ofertas, passar ternura também.  - Ou vir amar.  - Vir a amar.  - Ou virar mar.  - Virar sertão. Lá no coração...  - Nesse infinito de oportunidades.  - Compreender o próximo, ter espírito de equipe, olhar confiante, voar...  - Voar... Subir, subir...  - Tem a questão emocional. Se o foco emocional comprometer a meta, tem que focar na emoção positiva, básica, aquela que grita o que você realmente é! Você é aquela…

Três Textículos

“O quadrado do período de translação de um planeta é diretamente proporcional ao cubo do semieixo maior de sua órbita”.
(Terceira lei do movimento planetário definida por Johannes Kepler no ínicio do século XVII)

“Há conhecimentos conhecidos. São coisas que sabemos que sabemos Há desconhecimentos conhecidos. Ou seja, coisas que sabemos que não sabemos. Mas também há desconhecimentos desconhecidos. São as coisas que não sabemos que não sabemos”.
(Donald Rumsfeld)

“Mesmo os animais próximos da classe das plantas parecem ter os movimentos mais inquietos. A larva de verão (das larvas e charcos) faz um longo movimento sinuoso; o górdio raramente fica imóvel. Quem quiser ver um movimento muito anômalo, poderá observá-lo nos espiralados e enfadonhos meneios da larva do mosquito”.
  (Sir Thomas Browne)

Novos Papricursos

ÚLTIMA CHAMADA PARA OS RETARDATÁRIOS QUE MANDARAM E-MAILS E NÃO EFETUARAM AS MATRÍCULAS NO NÚCLEO CIENTÍFICO. SEGUE A EMENTA DA TURMA 98:

Aula teórica 1:
A importância, anseios e fundamentos da Citologia generalizada e sua pseudo estrutura funcional.

Aula prática 1:
Organelograma fotossintético com uso emblemático do microscópio óptico-sensível.

Bibliografia recomendada (não aceitamos fotocopias clandestinas):
Capitulo “A Evolução do Twitter Mitocondrial”, página 654 do livro “Moléculas Celulares e sua Evolução no Mundo Digital”.

Professor e dificultador:
PhD Dr. Procariotes Sucinto.


Aula teórica 2:
Atomicidade e demais substâncias moleculares com dimensões extraterrenas.

Aula prática 2:
Morfologia simples e sintética.

Bibliografia ORIGINAL recomendada:
Capitulo “Pequenos filamentos e estereótipos: O case da veia cava”, página 1.215 do livro “Biologia Extrema e avançada”.

Professor e dificultador:
PhD Dr. Eucaristides D. Barroso.

Três Textículos

“Triste daquele que pensa que ri como uma hiena... Hienas não riem, elas uivam, assim como os lobos guarás de raça pura.”
 (Autor desconhecido por mim, porém conhecido por alguém que o conhece, de fato, embora ele mesmo possivelmente não se conheça, ou sim). 
“Todo o paroxismo narcísico daquela época era absolutamente desnecessário, funcionalmente extrínseco e demasiadamente desapropriado.”
 (Professor Espíndola, dissidente, livre pensador, líder da resistência contra a autoridade arbitraria e a opinião da massa inconsciente, sobre o polêmico debate entre Funambulistas e sonambulistas, ocorrido em Daca, Bangladesh, na última década). 
“Clamar por muito, conseguir nada, tendo muito, é o mesmo que clamar por nada, conseguir muito, não tendo nada”.
 (Provérbio Andino)

Citações Históricas e grandes dicas

O Fantástico livro de receitas culinárias inteligentes e práticas do novo milênio, inspirado nos antigos e perdidos (hoje achados) manuscritos escandinavos.
(El libro práctico de la prescripción de los culinárias del milênio nuevo. Inhalado en los manuscritos escandinavos perdidos, hoy hallados)
PASTAS ESPECIAIS(CARPETAS ESPECIALES)
À Tomarnne Carmatte(A las salsas diversas) Pimentão verde, tomate, cebola e cheiro verde. Yoi Lámen sabor carne e Yoi Lámen sabor tomate. Azeite de oliva, molho de soja, orégano e Ketchup.
Picada del carnne à Tomarnne Carmatte(Carne perforada a las salsas diversas) Carne moída, pimentão verde, tomate, cebola e cheiro verde. Yoi Lámen sabor carne e Yoi Lámen sabor tomate. Azeite de oliva, molho de soja, orégano e Ketchup.
Dal pollo à Tomarnne Carmatte(Huevos a las salsas diversas) Pimentão verde, tomate, cebola e cheiro verde. Yoi Lámen sabor carne e Yoi Lámen sabor tomate. Azeite de oliva, molho de soja, orégano e Ketchup. Farinha da Bahia, ovos mexidos.

Aconteceu em Neander Town - Clébio

No ponto de ônibus, atrasado para o trabalho, Clébio transformou um simples espirro matinal (tradicional em tempos chuvosos ou não) em uma tragédia. Viu-se coberto pela secreção pulmonar de coloração... Digamos... Bom, deixa pra lá. Em pânico, não sabia como limpar o estrago, até ser surpreendido pelo vendedor ambulante que perguntou se era sinusite. Clébio ainda atordoado não respondeu. Um cidadão que lá estava ao seu lado comentou que parecia rinite e uma senhora que ainda bocejava emendou, assustada: - Meningite? E foi o suficiente para que todos se afastassem de Clébio, que permaneceu calado (embaraçado), enquanto ouvia os comentários sobre os sintomas da meningite, formas de contágio, casos de morte no estado, endemias, pandemias, gripe do frango, vaca louca e peste espanhola. Apenas uma pessoa ofereceu-lhe um antigripal, mas acabou trocando os comprimidos e entregou-lhe um antialérgico, sem perceber. Clébio aceitou, mas não se automedicou. Desde então não foi mais ao médico de ô…

Mundo Pitoresco - Nada Mudou: Capítulo 3

FUGINDO DA POLÊMICA, paramos bruscamente em uma iluminada região situada na extremidade sul. A montanhosa Terebaind tornou-se a principal produtora de energia hidrelétrica originaria de pequenas nascentes e volumosos rios de quedas d’águas rápidas e intensas do mundo. Apesar das condições ambientais um tanto quanto nebulosas, a pesca era abundante. As numerosas aldeias de pescadores que se situavam nas pequenas, porém extensas costas marítimas eram mais populosas que a própria capital. Pescadores de origem antiga, com evidentes traços alpinos típicos da região sul antiga, eram os alicerces da economia e principais administradores da principal fonte de energia: O petróleo. Na área industrial destacaram-se na construção naval a serviço de Triggerit, ilha com a maior frota mercante do mundo. A agricultura era fraca e prejudicava a pecuária. Tudo que cultivavam era dado como alimento ao gado, que pastava na imensa reserva florestal local (talvez a maior do mundo, anos depois conhecida pel…

Citações Históricas e grandes dicas

Quem freqüentemente participa, ou não, de festejos e pândegas ruidosas deve apreciar fogos de artifício... Porém nunca parou para perguntar como tudo aquilo foi planejado e executado. Foi assim que o ex-ajudante de mergulhador, Beltimas S. Stein construiu seu legado de sucesso. No último Congresso Intercontinental de Piro mania com Técnicas Avançada e Estudos Pirofibromiálgicos, Beltimas supreendeu ao ministrar a principal palestra da noite, onde lembrou dos tempos de sanfoneiro repentista e deu show à parte com o instrumento improvisado. Sua lição de vida deve ser seguida por muitos, mesmo que poucos tenham ido ao evento. Confira o ápice do seu emocionante discurso de encerramento:
“Não nasci ontem. Essas rugas estão aqui, não porque eu pus, e até gostaria de ter posto, de gasolina. Foi a vida. Para vocês verem como é a vida, na vinda para cá eu notei que o motorista estava com soluço e tentei ajudá-lo. Fiquei calado por três minutos e vinte e cindo segundos e em seguida dei um susto …