27 de junho de 2011

Três Textículos

Uma boa proteção

Nasreddin Hodja certo dia cercava sua casa com miolos de pão. Um homem que passava parou e lhe perguntou a razão dessa pratica inusitada.
- É para me proteger dos tigres – respondeu Nasreddin.
- Mas não há tigres aqui!
- Sim – disse Nasreddin. – Você está vendo que funciona.

O cavalo indomável

O mesmo Nasreddin Hodja conta aos seus amigos:
- Um dia, quando eu estava na corte, vieram mostrar ao príncipe um cavalo magnífico. Ninguém conseguia montá-lo, de tão fogoso que era. Ele relinchava e escoiceava a torto e a direito. Então me aproximei e disse: “Como! Nenhum de vocês consegue montar neste cavalo! Ninguém consegue se segurar na sela! Afastem-se e deixem comigo!”. Então avancei.
- E aí? perguntou um dos que ouviam.
- E aí, também não consegui.

A lanterna do mestre

Um mestre zen e seu discípulo andavam ao longo de um caminho em meio à escuridão da noite. O mestre segurava uma lanterna.
- Mestre – perguntou o discípulo -, é verdade que você pode ver no escuro?
- Sim, é verdade.
- Então para que esta lanterna?
Para que os outros não esbarrem em mim.

(Do livro 'O Círculo dos Mentirosos – Contos Filosóficos do Mundo Inteiro', de Jean-Claude Carrière).

2 comentários:

Mosca disse...

kkkkkk, gostei

Emerson Costa disse...

Dava para fazer mini skteths com esses "textículos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...