1 de setembro de 2008

Glossomoment Papricantis - Birmânia Querida


- Falei com Roberto...

- Torres é o novo síndico do condomínio de Gertrudes...

- Roberto está bem, pegou meningite e herpes de Samanta. Em plena convalescença, veja só você, ainda assim ganhou medalha de bronze no judô (não falo das olimpíadas). Ferdinand assumiu sua homoafetividade por Oliveira e Berto fez viagem rápida à Santa Quitéria...

- Torres vai ter muito trabalho pela frente, haja vista os pequenos e incontroláveis rebentos do vizinho de Gertrudes. As pestes estão tocando o terror por lá e já atearam fogo em um dos porteiros...

- Me responde só essa: É lá do condomínio das Avencas que você fala? Conheço o porteiro Parcifal, pai de família e homem honrado. Seria muito triste ter ocorrido! Antes d'ontem mesmo trocamos rápidas palavras no elevador das Avencas. Perguntei-lhe sobre a família, mulher, filhos e sobre os probleminhas corriqueiros do prédio. De forma rápida e olhar crispado ele chorou e soluçando disse que estava em catarse. Seria um prenúncio do mal? Prefiro não crer nessa hipótese funesta... Tenho admiração por Fafal. É assim que o chamo...

- Pois é ele mesmo meu amigo. "De forma banal, Fafal se deu mal" diz a faixa colocada por moradores do 302 e 605... 77% do corpo do seu corpo foi queimado, mas passa bem na Santa Casa da Misericórdia e da Clemência Pura. A única coisa boa foi que dentro desse percentual uma rara doença de pele foi curada pelo grau da queimadura, o que nos leva a crer que quando cicatrizada não mais causará gastos de rios de dinheiro e lágrimas, com medicamentos e sofreguidão. Torçamos...

- Interessante o transpasse de uma notícia tão avassaladoramente triste, sobre outra que nos traz carinho à tez. Oh se me lembro! Sim! A doença de Fafal era tão rara, que os biotecnólogos indianos da Massachussets Grand Indians High Biotechnology and Lands of Alabama, discutiram na última convenção dos Biotecnólogos em Havana durante dois terços de um mês! Chegaram à conclusão, à época, que Fafal poderia transmitir a patologia em um raio de 300 jardas e duzentos nós em pouco menos de duas luas vindouras. Concluo que o acidente foi paradoxalmente útil, mas sem me acometer de humor negro ou qualquer ironia do gênero. Já torço por Fafal...

- Pronto, Fafal melhorou. Acabei de saber por Clarinha. Parece que foi visto saindo da padaria de Ataulfo e já está de volta ao trabalho, porém sob supervisão rigorosa de Arimatéia, o enfermeiro saltimbanco. Ivina não concordou, mas também não quis se meter. Já Dino, astuto, aproveitou o movimento de curiosos para vender churrasquinho nervoso e cerveja quente, perto da guarita. Está de vento em polpa, de tamarindo...

Co-autoria honrosa: Francis

2 comentários:

Bill disse...

Bom de mais! Cara, não é por nada não mas acho que você está caminhando para um best seller. Sem exagero, que dizer, COM MUITO EXAGERO :)

Chef Arnaldo (cozinha D'ora) disse...

Embora seja um apreciador assíduo do blog por inteiro, estou sentindo falta das receitas malucas. O povo pede!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...