4 de maio de 2008

Novos Papricursos


Após algumas dezenas de e-mails recebidos durante a semana que passou, resolvemos publicar as instruções para o ingresso no curso (por correspondência) de Artes Exóticas Intensivas da Comunidade Européia. Atenção! Os realmente interessados devem correr, pois as vagas estão sendo preenchidas em modo off-line, mas o digitador de formulários é Dan P. Arrow, que dispensa apresentação. Confira as oito etapas:

1 - Vá a todos os consulados dos países integrantes da comunidade européia com requerimento de inscrição (você pode adquirir nas farmácias, agências de modelo ou em casas de jogos de azar especializadas em Bingos) e consiga visto de todos os cônsules de sua localidade.

2 - Dirija-se às embaixadas em Brasília e marque audiência com todos os embaixadores dos países membros. Lembre-se da via autenticada do currículo (feito em Word, fonte Times Old Roman, tamanho 11,5) para cada um deles.

3 - Dirija-se ao Ministério da Justiça e peça homologação direta do Ministro.

4 - Vá ao Ministério da Cultura e requeira audiência com o ministro (não esqueça de elogiá-lo e comentar que a melhor interpretação das músicas de Bob Marley é dele). Agüente firme, pois sua simpatia será necessária para o entrosamento na reunião e apreciação de uma rápida apresentação de berimbau baiano.

5 - Dirija-se ao MEC e marque reunião com o secretário mor e o ministro da educação, com intuito de obter notorium. Entregue-o uma carta, de seu próprio punho, escrito em pena de ganso luso-asiático.

6 - Em seguida, marque reunião com os principais diretores das principais reitorias das principais universidades federais do país. A reunião aqui pode ser concisa, porém austera.

7 - Marque reunião com o Presidente da República, porém acompanhado com os altos funcionários da Casa Civíl. Desta vez vá de baixo fraque semilongo, mas não leve câmera. Após uma descontraída e divertida conversa será servido o coquetel completo. Fale apenas sobre futebol, seja simpatico (como no item 4), mas não elogie em demasia.

8 - Vá ao Itamaraty e marque reunião com qualquer dos diplomatas da casa, mas em ordem cronológica decrescente de idade.

Qualquer dúvida, falar com Edilma no bloco "C". Boa sorte!

co-autoria honrosa: Francis

4 comentários:

Anônimo disse...

kkkkkkk, adorei essas instruções! Sou de Brasília e tentei falar com essa tal de Edilma no bloco C, mas a mesma tinha saído para almoçar. Eles não deixam ninguém no lugar dela?

Anônimo disse...

Não. Comigo foi do mesmo jeito. Mas já desisti do processo seletivo. Será impossível encontrar o presidente em Brasília e ainda ter vaga sobrando (ainda mais com essa digitador aí).

Paulo do Bloco "L" disse...

A Edilma, sempre está no bloco "C", aliás, pediu uma autorização a prefeitura do Campus para se instalar cerca de um mês no próprio bloco em virtude de um problema em processo de despejo. Alegou que mataria duas lhamas com uma mesma levada de carabina, pois, ao mesmo tempo em que ajudaria os alunos, poderia cuidar com carinho das plantas do local. Seu almoço dura cerca de 36 minutos, aí já incluída a pausa para o café. Tente novamente, ela é muito atenciosa, meiga e possui leve postura de liderança. Confesso a vc que certa vez discutimos e ela me chamou de filho de uma leprosa indigente com um mucambo de prostíbulo. Fiquei surpreso ao ver sair tais palavras dos lábios dela, mas calei-me. Foi um aprendizado.

Anônimo disse...

kkkkkkkkk. Paulo, vou aí no bloco L te procurar e ver se isso tudo é verdade mesmo. Não desanime!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...