28 de maio de 2008

Glossomoment Papricantis - Mortos de fome VI


- Amanda está bem, mas Durval perdeu as estribeiras; Fúvio foi ao cartório mudar de nome; Alencar continua chato; Teodoro conheceu nova mulher, não sei se essa é alcoólatra; Patrício quebrou a perna fazendo Ioga; Fernandinho, e não o "Nandão", não sabe o que fazer da vida vem aqui hoje à tarde; Lícia quer entrar num tal de circo de "solé"; Magali vai ao Tibet próxima semana; Sônia pirou; Elias quer ficar com Sônia; Célio está com sífilis, mas passa bem; Pedro, o "Pedroso", caiu do elevador no quinto andar e não sei se escapa; Toninho casou com Berta, mas separou-se em seguida; Felipe corre nu no asfalto quente, estou vendo aqui da janela; Mauro ta legal; Oto mandou lembranças, mas no ano passado; Terêncio ta paquerando com a Lara; Xandita ganhou o campeonato de surfe amador para iniciantes e comerciantes locais, em Caponga; Carla acabou com Sandro e iniciou com Beto, ex da Paula; Totonho virou Hippie; Nelson caiu em depressão, torceu o tornozelo direito, mas convalesce com Aldol, Nebacetin, Doril e Salompas; Lucas Tantan anda saltando bastante de para-quedas; Flávio abriu um negócio próprio; Alfredo é sócio de Flávio, a contragosto de Maria, sua ex-amante...

- Outro dia estava refletindo cá com meus botões e me veio a idéia de chamar Túlio Damasceno para ser orientador de Clotildinha. Aquela confusão do carnaval já foi superada e Tânia recebeu alta ontem à tarde. Frederico vai responder por formação de quadrilha junina no mês de agosto. Sua mãe, dona Austragésila do Amaral, voltou a cozinhar e me mandou, pasme, uma torta de abacaxi zeloso com kani e abóbora, aquela do tempo de escola. Lembro-me como se fosse hoje, mas foi em 54, quando a porta da cantina ficou encostada e conseguimos confiscar várias tortinhas dessa, lembra? Vendemos tudo muito rápido e gastamos com sabedoria, no bar do Toninho Violão. Se não fosse aquele maldito caderno... Você ainda tem a receita guardada? Ah, Val passou das 100 horas de internet. Penso que não tem mais volta. Está mumificada em frente ao monitor, mas acho que ainda respira, rítmica e peristalticamente. Estou em outro cyber-café, dessa vez com leite e o pessoal do bairro.

Co-autoria honrosa: Francis

2 comentários:

Cândido disse...

BRAVO!!!!

Anônimo disse...

Um grand finale, sem dúvida!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...