12 de setembro de 2008

Criaturas Drosófilas


Vamos acabar com esse negócio de ouvir música instrumental ou coisa muito diferente por que está ficando cada vez mais fora da moda. Uma entrevista feita pelo IBCECRIM apontou quais as atuais opiniões de nossos jovens acerca da estética musical, confiram:

Sílvio de Andrade Feitosa Carvalho, 27 anos:
"Eu gosto de ouvir música para me divertir, para descontrair e não para ficar solitário e depressivo";

Veceslau de Alaúde Costa de Pimenta Bueno, 28 anos:
"Eu queria entender quantas mulheres eu juntaria em uma mesa ouvindo música instrumental? Os fatos falam por si só";

Américo de Azeredo Baal, 28 anos:"Cara, nada contra saca, mas pra mim a música tem que me contar uma história, ter começo, meio e fim saca?";

Apolinário Aontoniela de Firmeza Smmiller, 25 anos:
"Esse negócio de música clássica é coisa de coroa, HÁ HA HA HA";

Sandro da Albuquerque Parcos D'água, 26 anos:
"Gosto de descontrair com a galera, fazer uma comédia gostosa, muita mulher e cerveja, fica incompatível com uma música instrumental";

Trindade Abraão Fontinelli de Rosado Costa, 29 anos:
"Olha, música é espontaneidade, não escuto música pra dizer que sou inteligente não cara";

Legório Pereira da Virtude Perfunctório, 27 anos:
"Aham, não sei não brother, gosto de música pra me sentir leve, curtir com as gatas, etc... não me ligo muito nesse negócio aí não";

Parmênides de Ataíde Oliveira Galvão, 28 anos:
"Tudo tem sua hora. Se estou com uma gata em uma fogueira na praia, dá pra rolar uma música instrumental e quem sabe até uma música clássica para relaxar, mas se quero conquistar uma gata, não vai ser com esse tipo de música que vou conseguir não é mesmo? Acho que é questão de bom senso. É isso";

Sandro Plúmeo Alencarino Acássias, 26 anos: "Meu irmão, não dá pra fazer p... nenhuma com música desse tipo, Pra mim é assim, prefiro ta com a galera entende, porra, ficar sozinho é coisa de filho da p... que perde tempo. P... e as gatas hein?

Ilário Fonseca Cisney de Antero Novais, 28 anos:
"Olha, música instrumental não faz meu estilo. Veja, algumas são muito tensas e parecem não ter fim e outras são lentas demais. Já passo a semana trabalhando, eu quero mais é relaxar cara".

Autor: Francis

Um comentário:

Diogo M. disse...

Juventude drosófila mesmo, argh! Conheço vários assim. Só aqui no meu prédio tem uma dúzia com essas opiniões aí. Vou me embora pra pasárgada...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...